Warner quer rebootar Superman por causa de J. J. Abrams

Warner quer rebootar Superman por causa de J. J. Abrams

Segundo uma nova informação que, por enquanto, deve ser tomada como um rumor, a razão pela qual a Warner não está interessada em fazer uma sequência de Homem de Aço (2013), com Henry Cavill reprisando o papel de Superman, chama-se J. J. Abrams.

No ano passado, J. J. Abrams assinou um contrato multimilionário com a Warner, no valor de US$ 500 milhões, para desenvolver vários projetos, e um destes pode ser um novo filme do Superman. De acordo com uma declaração dada ao site Heroic Hollywood (via CB) por uma suposta fonte interna da Warner, o estúdio planeja rebootar o Superman, tendo Abrams à frente do projeto.

“Se você planeja atrair um cineasta da Lista A como J. J. Abrams para dirigir uma  franquia como o Superman eles vão exigir escalar quem eles quiserem no papel título”, disse a fonte ao HH.

A mesma fonte também teria declarado que a Warner acredita que o público não está interessado em uma sequência de Homem de Aço (2013).

“Um filme solo do Superman não seria bem sucedido neste momento”, teria dito a fonte. “Talvez depois de atuar como coadjuvante em alguns filmes de sucesso da DC possa existir uma chance de um filme solo.”

Apesar do Deadline ter publicado a informação sobre a negociação entre Warner e Cavill, uma matéria do THR noticiou que não existe essa tratativa. O que existe, de acordo com o site, é um interesse da Warner para que a parceria seja retomada e existiriam algumas ideias de como isso poderia ocorrer, mas tudo ainda em fase preliminar.

Em dezembro de 2019, durante entrevista ao site Screen Rant, para a divulgação de Star Wars: A Ascensão Skywalker, Abrams foi perguntado a respeito da possibilidade de dirigir um filme do Superman, e foi bastante vago.

“Eu não tive uma conversa oficial com a Warner sobre isso [filme do Superman], mas as pessoas tem me feito essa pergunta e eu sei que nós, Bad Robot [sua produtora], recentemente assinamos um acordo com a WarnerMedia. Nós iremos começar a discutir seriamente o que vem por aí, mas eu não sei mais do que você sobre o que vem a seguir, certamente em termos da DC.”

No inicio dos anos 2000, Abrams quase dirigiu um filme do Homem de Aço que se chamaria Superman: Flyby, e Brendan Fraser, o astro de A Múmia fez teste para o papel, mas o projeto acabou sendo abandonado pela Warner, que, depois, produziu Superman Returns, de Bryan Singer.

Os primeiros frutos do acordo entre Abrams e a WarnerMedia são três séries que a sua produtora irá desenvolver para a plataforma de streaming HBO Max, sendo uma delas da DC, Liga da Justiça Sombria, que vai apresentar a equipe mística da DC.

 

 

Comentários