Warner quer mais séries como Flash e não Monstro do Pântano e Patrulha do Destino

Warner quer mais séries como Flash e não Monstro do Pântano e Patrulha do Destino

Na semana passada foi anunciado o cancelamento da série Monstro do Pântano, produzida e exibida pelo serviço de streaming DC Universe, apesar de, até então, apenas um episódio  ter ido ao ar e ter recebido aprovação do público e crítica. Ao longo dos dias algumas informações desencontradas foram passadas a respeito do motivo do cancelamento, como, por exemplo, questões envolvendo impostos no estado da Carolina do Norte, onde a série foi rodada.

Nesta segunda (10), porém, o blogueiro Thomas Polito, que deu a notícia do cancelamento em primeira mão, publicou uma matéria no GWW no qual joga um pouco mais de luz nos bastidores do encerramento de Monstro do Pântano. De acordo com Polito, quando o episódio piloto da série foi apresentado para os executivos da WarnerMedia e AT&T, estes não gostaram do resultado e ordenaram de imediato não apenas o cancelamento da série, mas o fim das filmagens dos episódios restantes. Acharam que o orçamento de US$ 80 milhões era grande demais para uma série que nãos lhes agradou.

Em março as filmagens foram encerradas, mas, no meio de abril, refilmagens de cenas para os episódios dois, quatro, sete e dez foram realizadas depois que o roteiro foi reescrito para transformar o que seria uma season finale em series finale. Em 22 de abril foi anunciado para a equipe que ficassem a postos pois o CW e HBO estariam avaliando a possibilidade de assumir a produção de uma segunda temporada para a série, o que não aconteceu.

Os produtores James Wan, Gary Dauberman e Mark Verheiden tentaram fazer a Warner reconsiderar a decisão, mas esta não foi revertida e, no último dia 6, o martelo foi definitivamente batido e Monstro do Pântano foi encerrada. Segundo Polito, os executivos da WarnerMedia e AT&T estão interessados em mais séries como Arrow, e Flash, procedurais e conservadoras, e menos séries arrojadas como Monstro do Pântano e Patrulha do Destino. Eles não querem arriscar, pois estariam assustados com o lançamento da plataforma Disney +, que acontecerá em novembro nos EUA.

 

 

 

Comentários