Warner promove demissão em massa na DC Comics e liga alerta vermelho

Warner promove demissão em massa na DC Comics e liga alerta vermelho

A WarnerMedia praticou o que já está sendo chamado de verdadeiro “banho de sangue” na DC Comics, que sofreu uma demissão em massa como parte de um plano de reestruturação do grupo. O passaralho, gíria do jargão jornalístico para se referir a demissões, atingiu os mais altos cargos da área de quadrinhos do grupo. (via Bleeding Cool).

Dentre os demitidos, segundo as informações, estão o editor Andy Khouri, o editor senior, Brian Cunningham, o vice-presidente senior de estratégia, Hank Kanalz, o editor executivo da DC Black Laleb,Mark Doylee, e  o editor em chefe  Bob Harras. Jim Lee não teria sido demitido, mas teria sido rebaixado. A linha de colecionáveis também teria sido encerrada.

A demissão em massa acende o sinal vermelho em relação ao futuro da editora. Em fevereiro circulou um rumor de que os novos proprietários da Warner, a companhia AT&T, estaria considerando se desfazer da DC Comics. Segundo os rumores, os executivos da AT&T não estariam segura em relação a viabilidade de manter a DC e estaria considerando vendê-la.

Contudo, o “banho de sangue” não ficou restrito a DC Comics, atingindo também outras áreas da Warner. De acordo com a Variety, cerca de 650 funcionários da Warner Bros. e 150 da HBO foram demitidos. As demissões seriam parte do plano de reestruturação do novo CEO da companhia, Jason Kilar.

As demissões em massa ocorrem apenas alguns dias antes da realização da DC Fandome, um evento online que apresentará as novidades da DC em todas as áreas, principalmente no cinema.

O DC FanDome será realizado no dia 22 de agosto, a partir das 14 horas (Brasília) e contará com seis diferentes painéis: DC WatchVerse, DC YouVerse, DC KidsVerse, DC InsiderVerse, DC FunVerse e o Hall dos Heróis.

Agora é esperar para ver se a reestruturação da WarnerMedia afetará de alguma forma o evento ou mesmo os projetos da DC para o cinema.

Comentários