Timothée Chalamet e Oscar Isaac, de Duna, viram Kylo Ren e Exterminador em montagens

Timothée Chalamet e Oscar Isaac, de Duna, viram Kylo Ren e Exterminador em montagens

As primeiras imagens da aguardada segunda adaptação do clássico Duna para o cinema foram divulgadas nesta última segunda (03) e hoje pela revista Vanity Fair. A primeira, revelada ontem, mostra Timothée Chalamet como o protagonista, Paul Atreides, com um figurino inteiramente preto que, imediatamente, lembrou a muitos da figura de Kylo Ren (Adam Driver) na nova trilogia de Star Wars.

Para mostrar a incrível semelhança entre os figurinos, o artista gráfico BossLogic apenas acrescentou um sabre de luz vermelho à imagem de Chalamet, transformando-o em Kylo Ren.

 

E hoje foram reveladas novas imagens de algumas das principais estrelas do filme, como Rebbeca Ferguson, Zendaya, Josh Brolin, Jason Mamoa, Javier Bardem e, aquele que mais chamou atenção, Oscar Isaac como o pai de Paul, Duque Leto Atreides.  (veja aqui)

No caso de Isaac, BossLogic transformou a armadura de Leto Atreides na armadura de Deathstroke, o Exterminador da DC, acrescentando ao rosto do ator o tapa-olho do personagem.

View this post on Instagram

That #OscarIsaac tho #Dune

A post shared by Bosslogic (@bosslogic) on

O elenco de Duna conta com Timothee Chalamet como o protagonista, Paul Atreides, Rebeca Ferguson como Lady Jessica, além de Josh Brolin, Dave Bautista, Stellan Skarsgard, Charlotte Rampling, Javier Bardem. Jason Momoa,  Zendaya e Oscar Isaac.

A previsão é que o primeiro filme chegue às telas de cinema em 18 de dezembro de 2020.

Publicado em 1965, Duna tem como protagonista o jovem Paul Atreides, cuja vida está prestes a mudar radicalmente. Após a visita de uma mulher misteriosa, ele é obrigado a deixar seu planeta natal para sobreviver ao ambiente árido e severo de Arrakis, o Planeta Deserto. Envolvido numa intrincada teia política e religiosa, Paul divide-se entre as obrigações de herdeiro e seu treinamento nas doutrinas secretas de uma antiga irmandade, que vê nele a esperança de realização de um plano urdido há séculos. Ecos de profecias ancestrais também o cercam entre os nativos de Arrakis. Seria ele o eleito que tornaria viáveis seus sonhos e planos ocultos? Ao lado das trilogias Fundação, de Isaac Asimov, Duna é considerada uma das maiores obras de fantasia e ficção científica de todos os tempos.

Em 1984, David Lynch dirigiu uma adaptação que causou muita polêmica entre os fãs do livro devido a mudanças na história. Contudo, a obra criada por Frank Herbert é tão imensa e complexa que adaptá-la para o cinema fielmente é quase impossível. Resta ver como será o trabalho de Denis Vileuneve, que fará dois filmes a partir da história.

 

Comentários