Tenet – lançamento do filme já pode ser considerado um fracasso

Tenet – lançamento do filme já pode ser considerado um fracasso

Essa semana a Warner voltou a anunciar o adiamento da estreia de Mulher-Maravilha 1984, agora para 25 de dezembro, e será apenas uma questão de tempo até que uma nova data seja anunciada, provavelmente para 2021, isto porque o filme que serviu de experimento para o estúdio, o ambicioso Tenet, de Chistopher Nolan, já pode ser considerado um fracasso de bilheteria.

O longa, protagonizado por John David Washington, estreou na semana passada em algumas regiões selecionadas dos EUA, e arrecadou cerca de US$ 9,5 milhões. Num primeiro momento a Warner turbinou os números, divulgando que seriam US$ 20 milhões, mas logo foi revelado que estes contavam com nove dias de bilheteria do Canadá e também de prévias. E nesta segunda semana, agora em mais cinemas, a arrecadação sofreu uma queda de 29%, obtendo uma bilheteria de apenas US$ 6,7 milhões.

No exterior, Tenet está se saindo relativamente bem, tendo agora uma bilheteria global de US$ 200 milhões. (via Variety) O problema é que a produção do filme custou os mesmos US$ 200 milhões, o que significa que, para dar um lucro mínimo, ele precisa faturar pelo menos US$ 500 milhões.

A Warner resolveu apostar, lançando uma superprodução ambiciosa em meio a uma pandemia, e o resultado final, a não ser que uma mudança drástica ocorra, será um enorme prejuízo para o estúdio.

“John David Washington é o novo Protagonista do original espetáculo de ficção científica Tenet. Armado apenas com uma única palavra – Tenet – e lutando pela sobrevivência de todo o mundo, o Protagonista viaja através do crepuscular mundo da espionagem internacional em uma missão que irá se desdobrar em algo além do tempo. Não é viagem no tempo. É inversão.”

Além de John David Washington, o filme também tem no elenco Robert Pattinso, Aaron Taylor-Johnson, Kenneth Branagh, Clémence Poésy (Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 1), Dimple Kapadia e, claro, Michael Caine.

Comentários