Sucesso de Aquaman faz Warner abandonar a ideia de universo compartilhado, diz seu presidente

Sucesso de Aquaman faz Warner abandonar a ideia de universo compartilhado, diz seu presidente

Aquaman foi o primeiro filme da Warner a cruzar a marca de US$ 1 bilhão nas bilheterias nos últimos seis anos, transformando-se não só no maior sucesso do universo compartilhado da DC como dentro em breve também no maior sucesso da história da DC, pois é apenas uma questão de dias até que ultrapasse Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), de Christopher Nolan, como o campeão de bilheteria dentre os filmes com personagens da DC.

Em entrevista ao THR, Toby Emmerich, presidente da Warner Bros., revelou que o grande sucesso de Aquaman levou o estúdio a se afastar da ideia de universo compartilhado.

“Nós todos sentimos que superamos um momento díficil. Nós estamos jogando pelo manual da DC agora, que é muito diferente do manual da Marvel. Estamos cada vez menos focados em um universo compartilhado. Nós faremos um filme de cada vez. Cada filme com sua própria equação e sua própria individualidade criativa. Se você tiver que dizer uma coisa sobre nós é que sempre nos focamos nos diretores.”

O fracasso de Liga da Justiça quando comparado com os sucessos de Mulher-Maravilha e Aquaman, filmes que possuem poucas ligações com o escopo maior do universo compartilhado da DC, refletem que o estúdio não foi tão hábil em lidar com o conceito de universo compartilhado quanto a Marvel, que estabeleceu esse novo conceito na indústria, mas isso tampouco pode ser visto como um demérito, apenas como características distintas, afinal a exceção da Marvel nenhuma outro estúdio conseguiu ainda êxito com este novo paradigma, o que pode ser alcançado pela Legendary e o universo de Godzilla e King Kong.

As palavras de Emmerich deixam claro que os próximos filmes da DC, começando por Shazam!, e seguindo por Mulher-maravilha, Aves de Rapina e The Batman, seguirão trilhas únicas, sem a preocupação de amarração com um grande arco compartilhado. No fundo o que todos queremos é assistir bons filmes e é isto que eles precisam entregar.

 

Comentários