Quentin Tarantino diz que em 2019 houve uma guerra entre blockbusters e filmes originais

Quentin Tarantino diz que em 2019 houve uma guerra entre blockbusters e filmes originais

Em entrevista ao Deadline, Quentin Tarantino, indicado ao Oscar de Melhor Direção por Era Uma Vez.. em Hollywood, expressou seu ponto de vista a respeito da atual situação do mercado e da indústria de cinema, declarando que enxerga um conflito entre as produções das grandes franquias cinematográficas dos grandes estúdios e os filmes originais, de autor.

“Apesar das sequências e de Vingadores: Ultimato e de tudo isso, eu acho que uma guerra pelos filmes foi travada neste último ano”, disse Tarantino. “Até onde eu posso ver, o produto comercial que é propriedade dos conglomerados, os projetos que todos sabem a respeito e que tem em seu DNA, seja da Marvel Comics, Star Wars, Godzilla e James Bond, esses filmes nunca tiveram um ano melhor que o último ano. Deveria ter sido o ano em que a dominação mundial seria completada. Mas meio que não foi. Um monte de filmes originais foram lançados e o público queria vê-los no cinema. Isso acabou se tornando um ano realmente forte. Eu tenho orgulho de ser indicado com os outros filmes que foram indicados. Eu acho que quando você resumir o ano, o cinema que não se enquadra como blockbuster se colocou como resistência.”

Ele ainda citou o fato de Star Wars: A Ascensão Skywalker não ter se saído tão bem quanto era esperado.

“Se não tivesse feito sucesso esse ano teria sido a última resistência para filmes como esses. Este é um ano realmente legal. Para combater algo como Vingadores: Ultimato, que um mês antes do lançamento e um mês depois não se pode falar sobre mais nada. Eles tentaram fazer isso com o último Star Wars e eu acho que não funcionou, mas você não conseguia pegar um voo da United Airlines sem passar por toda a propaganda, e até o comercial de segurança tem uma cena de Star Wars.”

Era Uma Vez.. em Hollywood, recebeu dez indicações ao Oscar, incluindo Melhor Direção e Melhor Roteiro Original para Tarantino, Melhor Ator (Leonardo DiCaprio) e Melhor Ator Coadjuvante (Brad Pitt).

A 92ª cerimônia de entrega do Oscar acontecerá no dia 09 de fevereiro.

 

 

Comentários