Piratas do Caribe – Keira Knightley achava que o filme seria um desastre

Piratas do Caribe – Keira Knightley achava que o filme seria um desastre

Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra (2003) catapultou a carreira da atriz inglesa Keira Knightley para o estrelato. Na pele de Elizabeth Swan, a aristocrata que se envolve com os piratas Jack Sparrow (Johnny Depp)  e Will Turner (Orlando Bloom), Keira participou das duas sequências da franquia, Piratas do Caribe: o Baú da Morte (2006) e Piratas do Caribe: No Fim do Mundo (2007), e deve aparecer no quinto filme que estreia este ano, Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar. Mas parece que, antes do primeiro filme estrear, ela não estava muito confiante em relação ao sucesso do filme.

Falando para o The Radio Times, Richard Curtis, diretor do primeiro grande sucesso de Keira Knightley, Simplesmente Amor (2003), comentou sobre o êxito posterior dos atores que participaram de seu filme, como Andrew Lincoln (The Walking Dead) e Chiwetel Ejiofor (Doze Anos de Escravidão/Dr. Estranho). Dizendo-se particularmente feliz por ver o quão brilhante se tornou a carreira dos atores e atrizes que atuaram em Simplesmente Amor, Curtis falou particularmente sobre Knightley e revelou que, durante as filmagens, ela dizia que seu próximo filme seria “alguma coisa de pirata, provavelmente um desastre.” A previsão dela não poderia estar mais errada.

Depois de 14 anos da estreia de Simplesmente Amor (Love Actually), Richard Curtis reuniu o elenco e filmou um curta comemorativo de dez minutos chamado “Red nose day actually”, que mostra como os personagens estão atualmente. O curta será exibido em um especial da BBC.

Fonte: Variety

Comentários