Orlando Drummond, ícone da dublagem e da TV brasileira, morre aos 101 anos

Orlando Drummond, ícone da dublagem e da TV brasileira, morre aos 101 anos

A maior lenda da dublagem brasileira, Orlando Drummond, morreu nesta terça (27) aos 101 anos, deixando um dos legados mais brilhantes da história da TV brasileira através dos inúmeros personagens aos quais não apenas emprestou sua voz, mas que ajudou a torná-los icônicos. (via O Globo)

Recentemente o ator e dublador tinha recebido alta do hospital após uma longa internação iniciada em maio para  tratamento de infecção urinária. Ele deixou dois filhos, cinco netos e três bisnetos.

Orlando Drummond tem seu nome eternizado não somente na memória de seus fãs, mas também no Guinness Book, o livro do recordes, por dublar Scooby-Doo por 35 anos. Orlando Drummond começou a trabalhar com dublagem no final dos anos 50 e imortalizou as vozes de Scooby-Doo, Popey, o Vingador de A Caverna do Dragão, Alf, o ETeimoso, Dinamite, o Bionicão, Pepe Legal e dezenas de outros.

No começo dos anos 90 ele ganhou ainda mais popularidade graças ao personagem Seu Peru, da Escolinha do Professor Raimundo, que interpretou por duas décadas.

 

 

Comentários