Neil deGrasse Tyson diz que a Marvel é mais cientificamente correta que a DC

Neil deGrasse Tyson diz que a Marvel é mais cientificamente correta que a DC

Para Neil deGrasse Tyson, a Marvel Comics trabalha a questão da ciência de maneira mais correta que sua distinta concorrência, a DC.

Os primeiros super-heróis surgiram na DC Comics nos anos 30 e logo tornaram-se populares, mantendo a editora sem concorrentes no setor até os anos 60, quando Stan Lee, Jack Kirby e outros desenvolveram o Universo da Marvel. Uma das principais características que diferenciaram estes novos super-heróis dos pioneiros da DC é que eles habitavam um universo “real”, sem cidades fictícias, como Metrópoles ou Gotham City, e estavam mais ligados ao mundo moderno, como as novas descobertas da ciência.

Em entrevista ao site ComicBook, Neil deGrasse Tyson, astrofísico e apresentador da série Cosmos, um dos mais populares cientistas do nosso tempo, confirmou que a Marvel é mais cientificamente precisa que a DC.

“Sem dúvida, sem dúvida. Isso é óbvio. A Marvel vence essa competição contra a DC facilmente. Tirando Thor e talvez um ou outro personagem que eu não conheça, quase todos na Marvel Comics tiveram seus poderes derivados de algum científico que aconteceu com eles”, disse Tyson, que está promovendo a estreia de uma nova temporada de Cosmos, chamada Cosmos: Possible Worlds, que será lançada em breve. “Homem-Aranha foi mordido por uma aranha radioativa quando estava em um laboratório de biologia. E  tem o Hulk, que… foi através de raios gama. Todos tem uma história baseada na ciência por trás de seus poderes, e isso cria um cenário fértil ao qual você pode retornar se for preciso. Além disso, Banner era um médico, pelo amor de Deus. Então, isso tem valor.”

Além da aranha radioativa do Amigão da Vizinhança, dos raios gama do Hulk, também temos os raios cósmicos do Quarteto Fantástico, a engenharia do Homem de Ferro, as partículas Pym do Homem-Formiga e da Vespa, o material radioativo que ampliou os sentidos do Demolidor, e vários outros exemplos, com destaque claro para a mutação genética dos X-Men e todos os outros personagens mutantes.

 

Comentários