Mulher-Maravilha 1984 – diretora faz mistério sobre o porquê do filme se passar neste ano

Mulher-Maravilha 1984 – diretora faz mistério sobre o porquê do filme se passar neste ano

Quando o segundo filme da Mulher-Maravilha foi anunciado sabíamos que ele se passaria nos anos 80, durante o auge da Guerra Fria, mas o ano exato em que a trama será ambientada virou até mesmo o título do filme. Por que a escolha específica de 1984 e não qualquer outro?

Em entrevista ao Deadline (via SyFy Wire), a diretora Patty Jenkins fez mistério a respeito, mas revelando que existe sim um motivo.

“Tudo que eu posso dizer é que 1984 em si é, definitivamente, muito evocativo para o que é importante nesse filme e está relacionado com o momento atual. Eu escolhei 1984 por uma razão muito específica. Eu acho que foi o pináculo do sucesso nos anos 80, em minha opinião. Foi uma época incrível. Eu acho que existe algo sobre o excesso daquela época que está ligado com o que está acontecendo agora. É ambientado nesse ano por um motivo. Isso é tudo que eu posso dizer.”

Os eventos políticos mais importantes do período foram o anúncio do boicote soviético a Olimpíada de Los Angeles, que aconteceu entre julho e agosto de 1984, o assassinato da primeira-ministra indiana Indira Gandhi em outubro e a reeleição de Ronald Reagan para a presidência dos EUA em novembro.

Como o filme deve tratar da Guerra Fria, o boicote soviético a Olimpíada e a reeleição de Reagan devem ser os motivos pela escolha do ano de 1984.

O papel de vilã está a cargo de Kristen Wiig, que será a Mulher-Leopardo, ou Cheetah, na encarnação de Barbara Minerva, uma antropóloga britânica que se torna o avatar da deusa felina após passar por um ritual na cidade perdida de Urzkartagan.

O roteiro de Mulher-Maravilha 1984 foi escrito por Geoff Johns e pela diretora Patty Jenkins e as filmagens começaram há duas semanas.

Mulher-Maravilha 1984 vai estrear em 05 de junho de 2020

 

Comentários