Mark Ruffalo, o Hulk, critica Bolsonaro por acusações contra ambientalistas e DiCaprio

Mark Ruffalo, o Hulk, critica Bolsonaro por acusações contra ambientalistas e DiCaprio

Na noite deste domingo (01), uma postagem do ator Mark Ruffalo no Twitter rapidamente viralizou e alcançou as primeiras colocações nos trend topics. O astro da Marvel fez duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro após este acusar, sem provas, ambientalistas de serem os responsáveis pelas queimadas na Amazônia e o ator Leonardo DiCaprio de financiar ONGs que teriam provocado os incêndios criminosos.

“Bolsonaro e sua turma estão transformando em bode expiatório as pessoas que protegem a Amazônia dos incêndios que ele próprio permitiu que acontecessem. Perguntem a si mesmos: o que mudou recentemente no Brasil para que isso aconteça agora? Bolsonaro e suas política  (não) ambientais”, escreveu Ruffalo, que é um fervoroso defensor do meio ambiente e  ativista a favor do combate ao aquecimento global.

Neste último sábado, 30 de novembro, Leonardo DiCaprio rebateu as acusações sem provas de Bolsonaro.

“Apesar de merecerem apoio, nós não financiamos as organizações que estão sob ataque”, afirmou DiCaprio. “O futuro desses insubstituíveis ecossistemas está em risco e eu tenho orgulho de ser parte dos grupos que os protegem. (via BBC)

Leonardo DiCaprio também elogiou “o povo do Brasil que está trabalhando para salvar sua herança natural e cultural”.

Nesta última sexta (29), diante de apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada, Bolsonaro declarou:

“Agora, Leonardo DiCaprio é um cara legal, né? Dando dinheiro para tacar fogo na Amazônia”.

Ativista ecológico, Leonardo DiCaprio promove várias campanhas e fundações para combater o aquecimento global e a preservação de animais. Em agosto, a Earth Alliance, fundação da qual DiCaprio é fundador, anunciou a doação de US$ 5 milhões para combater as queimadas na Amazônia.

“Uma ONG contratou 70 mil por uma foto de queimadas. Então o que o pessoal da ONG fez? O que é mais fácil? Tocar fogo, tira foto, filma, a ONG divulga, faz campanha contra o Brasil, entra em contato com Leonardo DiCaprio e ele doa 500 mil dólares para essa ONG. Uma parte foi para o pessoal que estava tacando fogo. Ô Leonardo, você está colaborando com a queimada na Amazônia, assim não dá”, disse Bolsonaro em uma live nas redes sociais nesta última quinta (28).

O assunto rendeu vários memes e ficou em primeiro lugar no trend topics do Twitter.

Novamente sem apresentar qualquer prova, o presidente insiste na alegação de que os incêndios na Amazônia foram causados por  ONGs ambientalistas. Brigadistas de combate ao fogo de Alter do Chão, distrito de Santarém, no Pará, que foram presos sob alegação de provocarem incêndios criminosos foram libertados por decisão judicial em razão de não existir qualquer elemento ou evidência comprobatória de culpa. O delegado responsável pelo caso foi afastado.

Leonardo DiCaprio é um dos mais fortes candidatos ao Oscar do próximo ano pela sua atuação em Era Uma Vez… em Hollywood, de Quentin Tarantino.

Comentários