Kevin Feige conta como será a abordagem das séries da Marvel no streaming da Disney

Kevin Feige conta como será a abordagem das séries da Marvel no streaming da Disney

Na última terça (31), a Variety deu a informação de que o roteirista Malcolm Spellman (Empire) foi contratado para escrever uma série protagonizada pelo Soldado Invernal (Sebastian Stan) e Falcão (Anthony Mackie) para o serviço de streaming da Disney. Esta é a terceira a ser reportada, seguindo as da Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) e de Loki (Tom Hiddleston).

Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, também irá produzir as séries, o que significa que elas não integrarão a alçada da Marvel TV, presidida por Jeph Loeb, e que é responsável pelas séries da Casa das Ideias na TV aberta e outras plataformas, como Netflix e Hulu.

Participando de uma mesa de produtores organizada pelo THR, Kevin Feige falou pela primeira vez sobre esses novos projetos.

“Bem, não está 100% certo ainda, então não há muito que eu possa dizer, ou muito que eles digam a mim”, disse Feige quando perguntado sobre a fusão da Fox com a Disney. “Mas Paul [Greengrass] mencionou o serviço de streaming, e eu acho que isto é algo ao qual nós acrescentaremos conteúdo, o que é animador. Eu adoro sua analogia com a roda de fogueira. Todas as pessoas ao redor de uma fogueira podem contar histórias.

Rodas de fogueira podem ser diferentes: nós vamos contar histórias para o serviço de streaming que não seríamos capazes de contar no cinema. Uma forma longa de narrativa, exatamente o que os quadrinhos são, uma forma longa de narrativa. Mas também mantendo a experiência cinematográfica, que é nosso pão e manteiga, e as filas em torno do quarteirão, se tivermos sorte.”

As séries de Wanda, Loki e da dupla Bucky e Falcão terão entre seis e oito episódios, e de acordo com Peter Sciretta, do SlashFilme, a série de Wanda terá como um dos focos principais o seu relacionamento com Visão (Paul Bettany). Outros heróis devem ganhar também séries próprias futuramente. Para Bob Iger, CEO da Disney, a plataforma de streaming é a prioridade da companhia para 2019 e esta foi uma das razões que fizeram a empresa se empenhar em comprar os ativos da Fox, desembolsando mais de US$ 71 bilhões. A Disney Play terá conteúdo não apenas do própria Disney mas também o acervo de filmes e séries da Fox.

Iger diz que a competição com a Netflix não se dará por meio de quantidade, mas da qualidade do produto oferecido. Todos os grandes lançamentos do estúdio para o próximo ano, incluindo os filmes da Marvel, o Episódio IX de Star Wars, assim como O Rei Leão, Dumbo, Aladdin e mais estarão disponíveis na plataforma, que também contará com produções próprias, como uma série live action de Star Wars que está sendo produzida por Jon Favreu, uma série animada de Monsters Inc., um novo High School Music além de séries da Marvel.

Contudo, ainda não foi divulgado quando a Disney Play entrará em funcionamento nos EUA e sua futura expansão para outros mercados.

 

Comentários