Kazuo Koike, autor do mangá Lobo Solitário, morre aos 82 anos

Kazuo Koike, autor do mangá Lobo Solitário, morre aos 82 anos

Kazuo Koike, que entrou para a história com a criação, ao lado do artista Goseki Kojima, daquele que é considerado o mais importante manga de todos os tempos, Kozure Okami (Lobo Solitário), morreu aos 82 anos. A informação sobre sua morte foi revelada apenas agora em suas redes sociais, mas o falecimento ocorreu no último dia 17, aos 82 anos, em decorrência de uma pneumonia que o levara a ser internado. (via CBR)

Koike nasceu em 1936, na província japonesa de Akita e Lobo Solitário foi seu primeiro trabalho como autor. Lançado em 1970 e concluído em 1976, com um total de 28 volumes, o mangá logo tornou-se um grande sucesso, sendo adaptado para uma franquia de seis filmes, peças de teatro e séries de TV no Japão, e depois chegou ao Ocidente transformando-se no mais influenciadora obra dos quadrinhos japoneses. A trama é simples e tem como foco o Ronin Itto Ogama, que percorre o Japão ao lado de seu filho pequeno, Daigoro, trabalhando como mercenário enquanto acalenta o objetivo de vingar a traição que cobriu seu nome de desonra.

Além de Lobo Solitário, Kazuo Koike também é autor de Yuki – Vingança na Neve, Samurai Executor e Crying Freeman. Koike também criou o Gekigá Sonjuku, “Teoria de Criação dos Personagens”. Koike também roteirizou dois episódios de Spectreman (1971) e trabalhou com a Marvel, escrevendo um mangá do Incrível Hulk nos anos 70 e, em 2003, um roteiro para X-Men Unlimited #50.

 

Comentários