John Avildsen, diretor de Rocky, o Lutador, e Karatê Kid, morre aos 81 anos.

John Avildsen, diretor de Rocky, o Lutador, e Karatê Kid, morre aos 81 anos.

O diretor John G, Avildsen, que ganhou o Oscar de melhor direção em 1979 por Rocky, o Lutador, faleceu nesta sexta (16), em Los Angeles, aos 81 anos. Além do clássico filme que lançou Sylvester Stallone ao estrelato, Avildsen dirigiu também os três filmes originais de Karatê Kid, com Ralph Machio e Pat Morita.

Avildsen, que estava internado no hospital Cedars-Sinai Medical Center, faleceu vítima de um câncer no pâncreas.

Sobre Rocky, o Lutador, filme escrito por Stallone, que negociou o roteiro tendo como principal condição que ele fosse o protagonista, Avildsen comentou, em uma entrevista para o Baltimore Sun, que no início não estava interessado.

“Quando o roteiro chegou a mim por um velho amigo… eu disse que não tinha interesse em boxe. Eu acho boxe uma coisa estúpida. Mas ele implorou e implorou, então eu finalmente dei uma linda. E na segunda ou terceira página, ele está falando com suas tartarugas, Cuff e Link. Eu fiquei encantando com aquilo, e eu vi que é um excelente estudo de personagem e uma linda história de amor. E eu disse sim.”

Já sobre Karatê Kid (1986), Avildsen declarou sobre o Senhor Miyagi vivido por Pat Morita:

“Senhor Miyagi foi o ideal de pai substituto que todo mundo gostaria de ter. Ele era sábio, ele generoso, ele era engraçado. Ele era uma fada madrinha. E Pat Morita o trouxe a vida, ele foi ideal. Quem poderia fazer melhor?”

Avildsen desistiu de dirigir a sequência de Rocky, mas voltou à franquia em 1990 para dirigir Rocky V. Antes, ele dirigira, em 1973, Sonhos do Passado (Save The Tiger), que rendeu a Jack Lemmon um Oscar.

Um documentário sobre e John Avildsen, King of The Underdogs, ainda inédito, com direção de Derek Wayne Johnson, apresenta entrevistas com Stallone, Ralph Macchio, Martin Scorsese, Jerry Weintraub e Burt Reynolds, apresenta a trajetória do diretor que tinha um particular talento para retratar “perdedores”.

 

Fontes: Variety

The Hollywood Reporter

Comentários