Jeremy Renner é acusado por ex-esposa de ameaçar matá-la e se matar depois

Jeremy Renner é acusado por ex-esposa de ameaçar matá-la e se matar depois

Jeremy Renner, o Gavião Arqueiro do MCU, está sendo acusado pela sua ex-esposa, Sonni Pacheco de ameaçar matá-la e, depois, cometer suicido, além de ter mantido, durante a relação entre os dois, comportamento abusivo. A informação é do TMZ.

As acusações foram feitas em documentos apresentados em meio a batalha judicial entre Renner e Pacheco pela guarda da filha do casal, Ava, de seis anos.

De acordo com as alegações, em novembro último, após consumir cocaína e álcool, Renner teria apontado uma arma para Sonni, ameaçando matá-la, e depois  colocou a arma na própria boca, dizendo que se mataria. Tudo teria acontecido após ele retornar de uma boate, onde teria dito que não conseguia mais lidar com a esposa, e que queria que ela se fosse. Ele também teria feito disparos para o teto da casa, com a filha estando dormindo no quarto.

Pacheco afirma que Renner tem um histórico de uso de substâncias narcóticas e de abuso verbal e emocional contra ela, e que até mesmo já chegou a se drogar quando estava com a filha em sua casa, tendo deixado cocaína em uma banheira, de forma acessível a criança.

Outra alegação feita é que a babá de Ava teria ouvido Renner dizer que pretendia matar Sonni e cometer suicídio depois porque seria melhor para a menina não ter pais como os dois.

Jeremy Renner e Sonni Pacheco foram casados por dez meses, tendo se separado em 2014. Desde então os dois tem dividido a custódia de Ava, mas agora a mãe da criança entrou com uma ação na justiça para ter a guarda solo.

Representantes de Jeremy Renner foram procurados pelo TMZ, mas, até o momento, não enviaram nenhuma declaração.

Comentários