Jeremy Renner diz para a Sony devolver o Homem-Aranha para a Marvel

Jeremy Renner diz para a Sony devolver o Homem-Aranha para a Marvel

Jeremy Renner, o Gavião Arqueiro, foi o primeiro integrante do MCU a quebrar o silêncio sobre a notícia bombástica publicada hoje em primeira mão pelo Deadline, informando que Sony e Marvel teriam encerrado a parceria iniciada em 2015 que possibilitou o Homem-Aranha integrar o universo compartilhado da Marvel.

Através de suas redes sociais, Renner mandou um recado para a Sony.

“Ei, Sony, nós queremos o Homem-Aranha de volta para Stan Lee e a Marvel, por favor. Obrigado.”

De acordo com a Variety, o martelo ainda não foi batido, selando o fim da parceria, e o status atual entre os dois estúdios seria de impasse. No contrato que foi firmado e que estava valendo, a Marvel ficava com apenas 5% da bilheteria inicial dos filmes do Aranha, mas a companhia propôs uma renegociação, com novos termos segundo os quais os estúdios dividiram em 50% os custos e lucros. Como parte do novo acordo, a Marvel ofereceu a possibilidade de também incluir no MCU os personagens dos filmes que a Sony está produzindo, como Venom, protagonizado por Tom Hardy, e Morbius, estrelado por Jared Leto. A Sony, contudo, negou.

A matéria da Variety diz que Sony e Marvel ainda não encerraram as negociações e um acordo pode ainda vir a ser firmado sobre novas bases. Caso não seja possível, a Sony produzirá sozinha dois novos filmes do Homem-Aranha e estes terão novamente a direção de Jon Watts e  Tom Holland como protagonista.

Agora fica claro porque o terceiro filme do Homem-Aranha não foi anunciado até este momento. Neste final de semana, Homem-Aranha: Longe de Casa tornou-se a maior bilheteria da história da Sony, arrecadando US$ 1,109 bilhão, superando o recordista anterior da Sony, 007: Operação Skyfall, que fez US$ 1,108 bilhão em 2012.

Comentários