Godzilla vs Kong deve ser lançado no streaming e causa disputa entre plataformas

Godzilla vs Kong deve ser lançado no streaming e causa disputa entre plataformas

Segundo o THR, a Legendary Pictures está considerando não mais lançar Godzilla vs Kong nos cinemas, e que o destino do filme deve ser o streaming, o que está provocando uma disputa entre duas plataformas.

De acordo com a publicação, a Netflix teria oferecido US$ 200 milhões para a compra dos direitos de exibição do terceiro filme da franquia de monstros gigantes da Legendary. Contudo, a WarnerMedia, que detém os direitos de distribuição do longa, teria bloqueado o negócio, e estaria preparando uma oferta para lançar o crossover na sua própria plataforma de streaming, a HBO Max, que, por enquanto, tem patinado nas assinaturas e ainda não possui dimensão internacional.

Procurado pelo THR, um representante da Warner declarou: “Nós planejamos lançar Godzilla vs. Kong nos cinemas no próximo ano assim como foi agendado.”

Godzilla vs Kong, o tão aguardado crossover entre os dois maiores e mais populares monstros gigantes do cinema, deveria ter estreado em novembro deste ano, mas, em razão da pandemia do novo coronavírus, teve sua estreia adiada para maio de 2021. Até agora nenhum trailer ou mesmo teaser do filme foi divulgado.

“Em um novo mundo no qual homens e monstros coexistem, a Monarch deve liderar o caminho para um próspero futuro ao lado dos Titãs, mantendo a humanidade em cheque. Contudo, facções rivais que querem manipular os Titãs para a guerra começam a se erguer sob o disfarce de uma nefasta conspiração, ameaçando exterminar toda a vida no planeta. Enquanto isso, na Ilha da Caveira, estranhas atividades sísmicas chamam atenção de Godzilla e Kong.”

O mais recente filme da franquia, Godzilla 2: O Rei dos Monstros acabou se tornando um titânico fracasso de bilheteria, arrecadando apenas US$ 385 milhões.

Godzilla vs Kong, com direção de Adam Wingarde, tem no elenco Milly Bobby Brown, Alexander Skarsgard, Eiza Gonzales, Rebeca Hall, Kyle Chandler, Jessica Henwick.

 

Comentários