Game of Thrones – George R. R. Martin diz que a série ter acabado foi libertador

Game of Thrones – George R. R. Martin diz que a série ter acabado foi libertador

Em entrevista ao The Guardian (via Digital Spy), George R. R. Martin, autor de Uma Canção de Gelo e Fogo, obra que deu origem a Game of Thrones, da HBO, voltou a falar sobre o final da série, que, segundo ele, foi libertador para seu trabalho.

“Houve um período no qual, se eu tivesse finalizado o livro [Os Ventos do Inverno], teria continuado à frente da série por mais alguns anos, e o estress era enorme”, disse Martin. “Eu não acho que isso era bom para mim, porque o que deveria ter me apressado, na verdade me atrasou. Mas ter a série encerrada é libertador, porque eu tenho meu ritmo próprio agora.”

O autor voltou a afirmar que o final de Game of Thrones, e a resposta do público, não vão afetar a conclusão da saga.

“Nem um pouco. Não muda absolutamente nada. Você não pode agradar a todos, então precisa agradar a si mesmo”. 

O sucesso da série também acabou provocando um outro problema para a vida de Martin, a impossibilidade de estar em público sem ser cercado por fãs.

“Eu não posso ir a uma livraria mais, e isto costumava ser uma das minhas coisas favoritas no mundo. Entrar e ficar vagando de estante em estante, pegar alguns livros, ler o título, sair com uma grande pilha de coisas… Agora, quando eu vou a uma livraria, eu sou reconhecido em dez minutos e logo uma multidão se forma ao meu redor. Então você ganha muito, mas também perde algumas coisas.”

 

Comentários