Gal Gadot confirma que foi ameaçada por Joss Whedon nos bastidores de Liga da Justiça

Gal Gadot confirma que foi ameaçada por Joss Whedon nos bastidores de Liga da Justiça

Pela primeira vez Gal Gadot falou abertamente sobre os problemas envolvendo o comportamento tóxico do diretor Joss Whedon durante as refilmagens de Liga da Justiça, confirmando a informação de que foi ameaçada pelo cineasta, que declarou que poderia arruinar a carreira em ascensão da atriz.

“Ele meio que ameaçou minha carreira e disse que, se eu fizesse algo, ele tornaria minha carreira miserável e eu apenas tomei cuidado com isso”, disse Gadot em entrevista para o site israelense N12 (via CB).

Tudo teve início quando, no primeiro dia de julho de 2020, Ray Fisher disparou graves acusações contra o diretor Joss Whedon e os produtores Geoff Johns e Jon Berg, afirmando que o cineasta tratou o elenco e a equipe do filme de forma abusiva, e que este comportamento teria sido respaldado pelos dois executivos da DC.

“O tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e quipe de Liga da Justiça foi nojento, abusivo e antiprofissional, e completamente inaceitável. Ele foi apoiado, de muitas maneiras, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade > Entretenimento.”

Em 11 de dezembro de 2020 a WarnerMedia reportou que a investigação tinha chegado a uma conclusão e que medidas tinham sido tomadas, mas não foram reveladas quais medidas teriam sido estas.

Comentários