Filme da Liga da Justiça teve um problema atrás do outro, segundo Ben Affleck

Filme da Liga da Justiça teve um problema atrás do outro, segundo Ben Affleck

O fracasso de Liga da Justiça foi um dos principais motivos que levaram Ben Affleck é desistir do papel de Batman. O filme, que poderia ser um dos maiores sucessos de todos os tempos, por trazer pela primeira vez para a tela do cinema a versão live action da principal equipe de super-heróis dos quadrinhos, foi uma catástrofe nas bilheterias, levando a Warner a repensar o modo de produzir os filmes da DC.

E em entrevista a GQ (via CB), Ben Affleck falou sobre o quanto foi difícil fazer o filme em razão das séries de problemas que ocorreram.

“Eu me diverti muito em Batman v Superman, que eu realmente curti fazer, e Liga da Justiça foi, infelizmente, impactado por um tragédia pessoal e a morte na família de Zack [Snyder], e, como eu disse, às vezes as coisas funcionam e às vezes elas apenas parecem ter um problema atrás do outro”, disse Affleck, referindo-se ao suicídio da filha de Zack Snyder. “Eu realmente amei Batman v Superman, que o Chris [Terrio, roteirista] escreveu, e adorei o Zack, adorei colocar o traje, a ideia de fazer alteração digital na voz [do Batman] foi interessante para mim, e eu me diverti.”

Zack Snyder, que dirigiu o Homem de Aço (2013) e Batman v Superman: A Origem da Justiça (2016), dirigiu boa parte de Liga da Justiça, mas foi demitido da Warner durante a pós-produção do filme. Joss Whedon, que dirigiu os dois primeiros filmes dos Vingadores, reescreveu grande parte do roteiro e filmou muitas cenas adicionais, além de refilmar outras tantas, deixando de fora muito material da versão de Snyder, que hoje é objeto de culto para alguns fãs, que promovem campanhas exigindo o lançamento da Snydercut.

 

 

 

Comentários