Ex-assistente de Stan Lee é preso sob acusação de abusos cometidos contra o quadrinista

Ex-assistente de Stan Lee é preso sob acusação de abusos cometidos contra o quadrinista

Na manhã deste sábado (25), Keya Morgan, ex-assistente de Stan Lee, foi preso pela polícia no Arizona sob acusação de ter cometido abusos contra o quadrinista, que faleceu em 12 de novembro de 2018 aos 95 anos. A informação é do Deadline.

Morgan tomou controle sobre os negócios de Stan Lee em fevereiro do ano passado, isolando-o do contato de outras pessoas, e segundo a investigação conduzida pelo Departamento de Crimes Comerciais de Los Angeles em colaboração com as polícias de Scottdale e Phoenix no Arizona, Morgan cometeu fraudes contra propriedades de Lee no valor de US$ 5 milhões.

Morgan vai responder pelos crimes de cárcere privado e abuso de idoso, roubo e defraudação.

 

 

 

Comentários