Ennio Morricone, compositor de vários clássicos do cinema, morre aos 91 anos

Ennio Morricone, compositor de vários clássicos do cinema, morre aos 91 anos

O compositor e maestro italiano, Ennio Morricone, autor de inúmeras trilhas sonoras que se tornaram clássicos do cinema, morreu no começo desta segunda (06), aos 91 anos, em uma clínica em Roma, para onde foi levado após sofrer uma queda na qual fraturou o quadril. A informação é da Variety.

Ao longo de 50 anos de carreira, Ennio Morricone compôs trilhas para mais de 500 produções no cinema e na TV, sendo sete para filmes de seu compatriota Sergio Leone, mais renomado diretor do chamado Western Spaghetti, gênero responsável por algumas das mais esplêndidas canções compostas pelo maestro.

Além da icônica música tema de Três Homens em Conflito (1968), que se tornou um símbolo do velho oeste, Morricone também eternizou as trilhas de Por um Punhado de Dólares (1964), Por Uns Dólares Mais (1965), Era Uma Vez no Oeste (1968), Era Uma Vez na América (1984), A Missão (1987),  Os Intocáveis (1988) e Cinema Paradiso (1988).

Apesar de ser um dos mais notáveis e admirados compositores da história do cinema, Ennio Morricone foi indicado cinco vezes ao Oscar, ganhando o prêmio como concorrente apenas em 2016, pelo filme Os Oito Condenados, de Quentin Tarantino. Antes, em 2007, ele recebeu um Oscar honorário entregue pela Academia.

 

Comentários