Elenco de O Senhor dos Anéis faz reunião virtual e revela curiosidades da trilogia

Elenco de O Senhor dos Anéis faz reunião virtual e revela curiosidades da trilogia

Depois de promover o reencontro do elenco de De Volta Para o Futuro e de Os Goonies, Josh Gad reuniu em seu programa Reunited Apart, do YouTube, o elenco e diretor da trilogia O Senhor dos Anéis. A reunião, exibida na noite deste último domingo (31), contou com a participação dos principais nomes dos três filmes.

Juntos, mas separados, Elijah Wood (Frodo), Sean Astin (Sam), Billy Boyd (Pippin), Dominic Monaghan (Merry), Viggo Mortensen (Aragorn), Ian McKellen (Gandal), John Rhys-Davies (Gimli/Barbárvore), Orlando Bloom (Legolas), Sean Bean (Boromir), Liv Tyler (Arwen), Andy Serkis (Gollum), Hugo Weaving (Elrond), Miranda Otto (Eowyn) e Karl Urban (Eomer) mataram as saudades e contaram curiosidades sobre os bastidores da trilogia. (via EW)

 

 

Além do elenco, também participaram o diretor Peter Jackson e sua esposa, a produtora/roteirista Phillipa Bowens. Jackson contou que um dos momentos mais lembrados da saga, que virou meme, o discurso de Boromir durante o Conselho de Elrond, foi escrito na noite anterior à filmagem, e que Sean Bean estava tão preocupado em não errar que deixou o texto sobre o joelho, para garantir que não erraria nenhuma fala, e que este é o motivo de sua postura na cena.

“Se você assistir a cena agora, verá cada vez que Sean dá uma olhada no roteiro”, disse Jackson.

No reencontro, os atores mostraram as tatuagens coletivas que fizeram para celebrar o filme, e até usaram adereços que pegaram como lembranças ao fim das filmagens.

A próxima jornada de O Senhor dos Anéis agora será na TV, na forma de uma série. Produzida pela Amazon Prime, a série de O Senhor dos Anéis vai se passar durante a Segunda Era da Terra Média, que é marcada pela ascensão e queda da Ilha de Númenor, e  vai até a Queda de Sauron perante a última aliança entre elfos e homens.

O espanhol J. A. Bayona, diretor de Jurassic World: Reino Ameaçado, foi contratado para dirigir os dois primeiros episódios da série. JD Payne e Patrick McKay são os roteirista e showrunner da série e  Brian Cogman, que foi produtor executivo e roteirista de Game of Thrones, participará como consultor.

Segundo Jennifer Salke, chefe da Amazon, a previsão é que a série seja lançada em 2021.

De acordo com uma matéria da THR, a série do Senhor dos Anéis será a mais cara da história. Incluindo os US$ 250 milhões pela compra dos direitos de adaptação para o formato, além do custo com a contratação de elenco, equipe, verba para efeitos especiais e produção, o custo total do projeto se aproximará da casa de US$ 1 bilhão. Para se ter uma ideia da enormidade desses números, cada episódio da última temporada de Game of Thrones, a mais cara da série, custará US$ 15 milhões.

Ao assinar o acordo, a Amazon se comprometeu em produzir a série dentro de um prazo de dois anos e com a produção de cinco temporadas. A série não vai ser produzida unicamente pela Amazon. Na verdade, a Tolkien Estate and Trust, responsável pelo legado do escritor, também estará envolvida na produção, assim como a New Line, selo da Warner responsável pelas trilogias O Senhor dos Anéis e o Hobbit, de Peter Jackson, por isso material dos filmes poderá ser utilizado.

Comentários