Coringa – diretor diz que filme surgiu da constatação de que a Marvel é imbatível

Coringa – diretor diz que filme surgiu da constatação de que a Marvel é imbatível

Coringa foi o grande vencedor do Leão de Ouro da 76ª edição do Festival de Veneza e está sendo encarado como um dos fortes concorrentes à corrida do Oscar em 2019, e, além disso, o filme, protagonizado por Joaquin Phoenix, também deve ter uma boa jornada nas bilheterias quando de seu lançamento em outubro. Mas, ainda assim, não é possível colocá-lo como um adversário direto dos filmes da Marvel, segundo seu diretor, Todd Phillips.

Em entrevista ao site ComicBook, Phillips revelou que o próprio conceito de Coringa nasceu como uma estratégia de não competição com a Marvel e a maneira como ele vendeu a ideia do filme para a Warner foi dizendo:

“Você não pode derrotar a Marvel – ela é uma coisa gigantesca”, disse Phillips. “Vamos fazer algo que eles não podem fazer.”

Phillips então falou sobre sua ideia de produzir filmes centrados em um único personagem, com orçamento menor e com histórias mais adultas, algo na linha das publicações Elseworlds da DC Comics.

“Coringa foca no icônico arqui-inimigo e é uma história original e solo nunca antes mostrada na tela. A exploração de Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) um homem ignorado pela sociedade que não é apenas um arrojado estudo de personagem como também um mais amplo conto de alerta”.

Além de Joaquin Phoenix, também estão no elenco Zazie Beetz, Robert De Niro, Marc Maron,  Brett Cullen como Thomas Wayne, Dante Pereira-Olson (Bruce Wayne), Douglas Hodge (Alfred Pennyworth), e Frances Conroy, como a mãe do futuro Coringa.

Coringa está agendado para estrear em 03 de outubro de 2019

Comentários