Contrato de Ezra Miller para interpretar o Flash termina este mês

Contrato de Ezra Miller para interpretar o Flash termina este mês

Ao que tudo indica, Gal Gato e Jason Momoa, a Mulher-Maravilha e o Aquaman, serão respectivamente os únicos sobreviventes do universo compartilhado da DC no cinema. Ben Affleck disse adeus ao Batman em janeiro, e a situação de Henry Cavill como Superman, pelo visto, seguiu pelo mesmo caminho, ainda que não tenha sido comunicada oficialmente. E os novos nomes a deixarem a DC devem ser Ezra Miller e Ray Fisher.

Os contratos dos dois atores com a Warner para interpretarem para Flash (Miller) e Ciborgue (Fisher) está se encerrando este mês, como lembrou Thomas Polito no Twitter.

“Os contratos de Fisher e Miller acabam este mês. Não ouvimos nada a respeito de uma renovação ou extensão ainda, então estejam preparados para dar adeus, se não deram ainda.”

Em março, o THR publicou que Ezra Miller resolvera assumir o roteiro do filme solo do Flash e que, para isso, contava com a ajuda do quadrinista Grant Morrison. Segundo a publicação, o tom da história que Ezra desejava fazer seria mais sombria, o que destoava dos novos rumos que os filmes da DC vem tomando com Aquaman, Shazan e Mulher-Maravilha 1984.

Contudo, desenvolver a história do filme fora a condição que Ezra Miller colocara para a Warner, basicamente um ultimato. O primeiro rascunho foi apresentado ao estúdio ainda em março e a informação era que, caso eles decidissem não adotar o roteiro, Ezra Miller deixaria o papel de Flash, pois seu contrato tem validade até este mês de maio.

John Francis Daley e Jonathan Goldstein, roteiristas de Homem-Aranha: De Volta ao Lar, e que foram contratados em março de 2018 para escrever e dirigir o filme, teriam se desentendido com Miller, pois eles pretendiam adotar um tom mais leve e divertido no filme, enquanto o ator pretendia seguir com a visão sombria de Zack Snyder.

Como até agora nada foi dito a respeito, tudo leva a crer que o estúdio não aprovou o roteiro escrito pelo ator e que Miller não será mais o Flash, cujo filme solo tem sido a produção mais problemática da DC desde a criação da iniciativa de um universo compartilhado. O filme já perdeu os diretores Seth Grahame-Smith e Rick Famuyiwa e passou por uma temporada de especulações a respeito da contratação de um novo diretor até a oficialização de Daley e Goldstein. As filmagens também foram constantemente adiadas.

 

 

Comentários