Chadwick Boseman se emociona ao falar sobre crianças com câncer em vídeo de 2018

Chadwick Boseman se emociona ao falar sobre crianças com câncer em vídeo de 2018

Após a divulgação da morte de Chadwick Boseman, o intérprete do Pantera Negra, na noite desta última sexta (28), vítima de um câncer de cólon, aos 43 anos, começou a circular na internet o vídeo de uma entrevista do ator em 2018, durante a divulgação do longa do herói da Marvel, no qual ele se emocionou ao falar sobre duas crianças, Ian e Taylor, fãs do personagem, que lutavam contra o câncer, resistindo o seu máximo, para assistir o filme, mas que acabaram falecendo antes que isto fosse possível.

Como foi revelado pelo comunicado oficial da família de Boseman, seu câncer foi diagnosticado há 4 anos, portanto, na época da entrevista, ele estava em meio a batalha contra a doença, mas sem tornar isto público.

“Seus pais disseram ‘Eles estão tentando aguentar até o filme sair’. Até certo ponto você ouve isso e pensa ‘Wow, eu preciso levantar e ir pra academia. Eu preciso levantar e trabalhar. Eu tenho que decorar essas falas. Eu tenho que trabalhar nesse sotaque'”, disse Boseman. “Até certo ponto, é uma experiência de humildade, porque você pensa ‘Isso não pode significar tanto pra eles?’, entende. Mas vendo como o mundo levou isso a sério; ver o movimento e como isso [o filme] ganhou vida própria, eu percebi que eles anteciparam algo grande.”

“Agora eu lembro quando eu era criança e ficava esperando pelo Natal, esperando pelo aniversário, esperando pelo brinquedo, por um videogame novo. Eu vivi esperando esses momentos. Então isso me fez voltar a lembrar quando era criança para entender como esses dois garotos esperavam por esse filme. E quando eu descobri que eles [morreram]…”continua Boseman, para então fazer uma pausa, emocionado. “Sim, significa muito.”

 

 

É com incomensurável pesar que nós confirmamos a morte de Chadwick Boseman”, diz o início do comunicado. “Chadwick foi diagnosticado com câncer de cólon no estágio 3 em 2016 e lutou contra ele nos últimos quatro anos enquanto ele se desenvolveu para um estágio 4.

Um verdadeiro lutador, Chadwick perseverou, apesar de tudo, e nós trouxe muitos filmes que vocês amam. De Marshalll: Igualdade e Justiça a Destacamento Blood, Ma Rainey’s Black Bottom de August Wilson a muitos mais – todos foram filmados durante e entre incontáveis cirurgias e quimioterapia. Foi uma honra para sua carreira dar vida ao Rei T’Challa em Pantera Negra.

Ele morreu em sua casa ao lado de sua mulher e amigos. A família agradece pelo amor e orações e pede para que possam continuar respeitando sua privacidade durante esse período difícil.”

Chadwick, portanto, descobriu que estava com câncer em meio ao lançamento de Capitão América: Guerra Civil (2016), filme que o introduziu no MCU (Marvel Cinematic Universe) como Pantera Negra. Esta é a mais profunda demonstração de sua força, pois ao mesmo tempo em que se dedicava com afinco nas filmagens de Pantera Negra (2018), Vingadores: Guerra Infinita (2018) e Vingadores: Ultimato (2019) ele batalhava contra o grande inimigo dentro de seu próprio corpo, submetendo-se a cirurgias e tratamentos quimioterápicos, sem tornar público seu drama pessoal.

Comentários