Cavaleiro da Lua – Ethan Hawke será o vilão da série da Marvel na Disney Plus

Cavaleiro da Lua – Ethan Hawke será o vilão da série da Marvel na Disney Plus

Mais um grande nome de  Hollywood faz sua estreia no MCU. Ethan Hawke será o vilão de Cavaleiro da Lua, série que a Marvel Studios está produzindo para a Disney Plus, e que terá Oscar Isaac como protagonista. A informação é do THR.

Segundo a publicação, não foi revelado qual personagem exatamente Hawke vai interpretar, mas é muito provável que ele tenha sido escalado para o papel de Raoul Bushman, um mercenário arqui-inimigo do herói e responsável pela transformação de Marc Spector como Cavaleiro da Lua após tê-lo deixado para morrer no deserto.

Além de Isaac e Hawke, o elenco de Cavaleiro da Lua também terá May Calamawy, mais conhecida pelo seu papel na série Ramy, do Hulu. É bastante provável que ela tenha sido escolhida para interpretar Marlene Alraune, filha do arqueologista que procurava a tumba do faraó Seti III e, posteriormente, namorada e parceira de Marc Spector em suas missões como Cavaleiro da Lua.

Jeremy Slater, que co-criou e roteirizou The Umbrella Academy, baseado na HQ da Dark Horse Comics, vai desenvolver e liderar o time de roteiristas de Cavaleiro da Lua, que terá direção do egípcio Mohamed Diab e de Justin Benson e Aaron Moorhead.

Cavaleiro da Lua: nas HQs, Marc Spector é um ex-fuzileiro e ex-agente da CIA que, trabalhando como mercenário, em uma missão é deixado para morrer no deserto, sendo salvo pelo Deus da Lua, que passa a usar o seu corpo como um avatar. Voltando para os EUA, Spector passa a combater o crime como o Cavaleiro da Lua, utilizando várias identidades falsas, como o milionário Steve Grant e o taxista Jake Lockley.

Como avatar de Konshu, seus poderes variam de acordo com as fases da lua, mas consistem basicamente de agilidade e forças sobre-humanas, além da capacidade de tornar-se quase invisível. Na qualidade apenas de Marc Spector, possui habilidades motoras no nível de atletas olímpicos, além de ser expert em várias artes marciais.

Comentários