Causa da morte de Carrie Fisher foi apneia do sono, revela legista.

Causa da morte de Carrie Fisher foi apneia do sono, revela legista.

Quase seis meses após o falecimento de Carrie  Fisher, em 27 de dezembro de 2016, o The Los Angeles County Department of Medical Examiner-Coroner, equivalente ao Instituto Médico Legal no Brasil, divulgou a causa de sua morte.

Segundo o site E! Online, a atriz, de 60 anos, faleceu em decorrência de apneia do sono somada a outros fatores indeterminados.

A eterna Princesa e General Leia Organa, de Star Wars, estava internada na UTI do UCLA Medical, em Los Angeles,  desde que foi socorrida no aeroporto após sofrer um ataque cardíaco no voo de Londres para Los Angeles.

De acordo com o relatório dos legistas, o problema cardíaco de Carrie foi causado pela ingestão de múltiplas drogas ao longo de um tempo não conhecido.

Após a divulgação do relatório, Billie Lourd, filha de Carrie Fisher, também divulgou um comunicado:

“Minha mãe lutou contra o vício em drogas e doenças mentais por sua vida inteira. Ele terminou morrendo por causa disso. Ela foi propositadamente clara em todos os seus trabalhos sobre os estigmas sociais que cercam essas doenças.

“Ela falou sobre a vergonha e tormento das pessoas e suas famílias confrontadas por essas doenças. Eu conhecia minha mãe, ele gostaria que sua morte encorajasse as pessoas a se abrirem sobre seus conflitos. Procure ajuda, lute por financiamento governamental para programas de saúde mental. A vergonha e os estigmas sociais são os inimigos do progresso para as soluções e a cura. Amo você, Momby.”

 

 

 

 

 

Comentários