Ben Affleck diz que o alcoolismo do seu pai o faz tentar salvar sua família

Ben Affleck diz que o alcoolismo do seu pai o faz tentar salvar sua família

Nos últimos dias o ator e cineasta Ben Affleck tem falado abertamente sobre o seu alcoolismo e os vários problemas que a dependência causou a sua vida profissional e principalmente familiar. Em entrevista ao Good Morning America (via THR), o ex-Batman da DC revelou que a experiência que passou na infância com o alcoolismo de seu pai o fortalece na tentativa de salvar sua família e proteger seus filhos.

“Para mim, vendo meu pai, ele bebendo todo dia, como isso piorou, isso foi realmente muito muito doloroso e eu sempre disse ‘Eu nunca serei assim. Eu nunca vou fazer isso'”, disse Affleck, que gostaria que seu pai tivesse estado sóbrio durante sua infância. “É muito importante para mim estar sóbrio agora durante os anos formativos dos meus filhos.”

“Eu realmente não queria que meus filhos pagassem pelos meus pecados. Ou que tivessem medo de mim, o que é uma das piores partes de ser filho de um alcoólatra. Você pensa ‘E se o meu pai ficar bêbado? E se ele fizer algo estúpido? E se isso acabar no [site] TMZ?'”.

Mais do que tudo, Affleck diz que a pior coisa que o alcoolismo provocou em sua vida foi o divórcio com Jennifer Garner.

“Eu nunca pensei que seria divorciado. Eu não queria o divórcio. Eu não queria ser uma pessoa divorciada. Eu realmente não queria estar em uma família separada com meus filhos. Isso me aborrece porque não foi o que eu pensei que seria, e isso é muito doloroso e desapontador.”

“Divórcio é muito doloroso e o alcoolismo é muito doloroso”, continuo. “Quando o seu filho está sofrendo, este é um nível de dor que não é fácil ser esquecido. Não é facilmente perdoado, e é difícil. Você não vai evitar causar dor nos seus filhos… toda dor. Dor é parte da vida. Eu tiro algum conforto disso. Eu estou dando o meu melhor. Eu tenho que ser o homem que eu quero ser nesse momento. Eu não tenho mais espaço para falhar desse jeito.”

Affleck também lembrou sua primeira tentativa de permanecer sóbrio, em 2001, e porque não funcionou.

“Eu fiquei sóbrio por uns dois anos e depois eu pensei ‘Quer saber, eu quero apenas beber como uma pessoa normal e quero um vinho no jantar’. Eu comecei a beber mais e mais e mais e foi realmente difícil para mim aceitar que sou um alcoólatra. Eu comecei a beber todo dia. Eu chegava em casa do trabalho e bebia e bebia até apagar no sofá.”

Antes, no início da semana, em entrevista ao The New York Times, Affleck declarou que deixou o filme do Batman  por causa do alcoolismo.

 

 

 

 

 

Comentários