Aquaman – trama tem muitas semelhanças com Pantera Negra e uma diferença

Aquaman – trama tem muitas semelhanças com Pantera Negra e uma diferença

Com a divulgação do primeiro trailer de Aquaman tivemos, finalmente, um entendimento maior sobre a trama do filme. Um espetáculo visual, o trailer empolgou os fãs, mas também chamou atenção de outros, como apontou o site Screen Rant, para várias similaridades com outro filme de super-herói lançado este ano, Pantera Negra.

É preciso destacar, antes de tudo, que absolutamente ninguém está falando em cópia, que Aquaman está copiando Pantera Negra. Até mesmo por um motivo bastante simples: as filmagens de Aquaman foram encerradas antes de Pantera Negra estrear. Portanto, o roteiro não teve nenhuma influência do fenômeno cultural que o filme da Marvel se tornou no início do ano. Isto posto, é preciso também ver as várias semelhanças entre as tramas e elementos dos filmes, o que pode ser entendido mais como um reflexo do zeitgeist, o espírito da época.

Para começar, os dois filmes são ambientados em reinos utópicos que se mantém completamente afastados do mundo exterior. Em Pantera Negra, Wakanda, cujo domínio do vibranium a tornou a nação científica e socialmente mais avançada do mundo. Por meio de uma barreira invisível, e fazendo uso do preconceito e estereótipo do ocidente para com a África, Wakanda manteve-se protegida da cobiça colonialista. Em Aquaman temos Atlântida, o mítico reino descrito por Platão, que  foi tragada pelos oceanos milhares de anos atrás. Ambas as nações, Wakanda e Atlântida, são dividias em tribos. O reino africano em cinco e o reino subaquático em sete.

Mas as semelhança políticas entre Wakanda e Atlântida são o de menos, e bastante comuns. As grandes semelhanças entre Aquaman e Pantera Negra, e também sua diferença, encontram-se na trama, na  trajetória dos personagens. Apesar de já ter aparecido com destaque em Liga da Justiça, será apenas em seu filme solo que conheceremos o contexto da vida de Arthur Curry (Jason Momoa). Com base nos quadrinhos, o trailer nos mostra que ele é fruto do amor entre a rainha atlante Atlanna (Nicole Kidman) e o faroleiro humano Tom Curry (Temuera Morrison). Contudo, ele é criado apenas pelo pai e descobre, tempos depois, sua natureza híbrida e sua herança real.

 

 

No decorrer do trailer, descobrimos que o atual soberano de Atlântida, Orm (Patrick Wilson) deseja promover uma guerra contra o povo da superfície. Mera, pertencente a povo de Xhebel, procura Arthur e pede que este retorne com ela a Atlântida e reclame o trono que seria dele por direito. Vemos Orm falando que foi desafiado pelo seu meio-irmão e os súditos assistindo o duelo entre eles. A revolta de Orm para com o povo da superfície não é sem razão, como o próprio Patrick Wilson explicou em entrevista a EW:

“Ele é meio que um guerreiro ecologista”, disse Wilson. “Ele tem uma queixa mito clara com o mundo da superfície, que vem poluindo seus oceanos por séculos. E isto é algo que pra mim – e tenho certeza que pra você também – é muito fácil de entender. Se alguém está constantemente poluindo nosso ar e arruinando o modo como vivemos…

 

 

O retorno do herdeiro real, que desafia o atual ocupante do trono, e o desejo, de um deles, de usar a tecnologia de sua nação para levar a guerra ao mundo exterior, guarda muitas semelhanças com Pantera Negra. Porém, invertendo-se os papeis de herói e vilão. Assim, como Arthur Curry, Erik Killmonger (Michel B. Jordan) tem sangue real em suas veias, sendo filho do príncipe N’Jobu (Sterling K. Brown) com uma norte-americana. Ele também foi criado fora das fronteiras do reino ao qual é um dos herdeiros. E assim como faz Aquaman, ele viaja até Wakanda e desafia T’Challa (Chadwick Boseman) para um duelo pelo trono. As similitudes com o herói, porém, terminam aí.

 

 

Em Aquaman, as motivações de Killmonger tem similitudes com a de Orm, pois ambos anseiam promover uma guerra que consideram justa contra o mundo exterior. Enquanto o atlante culpa o mundo da superfície pela poluição dos oceanos, Killmonger deseja reparar séculos de colonialismo e perseguição dos africanos e seus descendentes fora da África.

Outro ponto em comum é a presença de vilões menores que atuam como obstáculos circunstanciais na jornada do herói. Em Aquaman, este papel é desempenhado pelo Arraia Negra ( Yahya Abdul-Mateen II) e em Pantera Negra por Ulysses Klaw (Andy Serkis). Os dois não pertencem aos reinos do protagonista e antagonista, não sendo nem atlante nem wakandano, e também operam como pirata (Arraia) e traficante de armas (Klaw) roubando tesouros da Atlântida e de Wakanda.

Reitero que as semelhanças apontadas não indicam cópia, mas apenas coincidências causadas pelo fato de que os atuais filmes de super-heróis, além das cenas de ação, também promovem discussões de ordem geopolítica e social importantes para o mundo contemporâneo. Ambos os trabalhos, de Ryan Coogler (Pantera Negra) e James Wan (Aquaman) capturaram este espírito da época.

Aquaman, com direção de James Wan (Velozes e Furiosos 7), tem no elenco, Jason Momoa (Aquaman), Amber Heard (Mera), Patrick Wilson (Mestre dos Oceanos), Willem Dafoe (Vulk0), Yahya Abdul-Mateen II (Arraia Negra), Nicole Kidman (Atlanna), Temuera Morrison (Arthur Curry).

Aquaman estreia em 21 de dezembro de 2018.

Pantera Negra, com direção de Ryan Coogler (Creed), Pantera Negra tem no elenco Chadwick Boseman (T’Challa/Pantera Negra), Lupita Nyongo (Nakia), Danai Gurira (Okoye), Michael B. Jordan (Erik Killmonger), Andy Serkis (Ulysses Klaw),Forest Whitaker (Zuri), Sterling K. Brown (N’Jobu) e Angela Bassett (Ramonda).

 

 

Comentários