Após sucesso de Venom, Disney terá que comprar a Sony se quiser direitos do Homem-Aranha, diz especialista

Após sucesso de Venom, Disney terá que comprar a Sony se quiser direitos do Homem-Aranha, diz especialista

Venom é a prova de que criticas negativas não tem um impacto tão grande na ida do público ao cinema quanto se costuma atribuir. O filme protagonizado por Tom Hardy foi massacrado pelos críticos e, no entanto, tornou-se um sucesso de bilheteria. Até o momento, Venom já arrecadou US$ 543 milhões mundialmente, sem que ainda tenha sido lançado na China. É bastante provável que alcance uma bilheteria maior que Liga da Justiça. Isto com um orçamento de US$ 100 milhões.

Mas o sucesso de Venom pode de alguma forma impactar o MCU (Marvel Cinematic Universe) e o acordo entre Sony e Disney para o uso do Homem-Aranha nos filmes do Marvel Studios? Para Jeff Bock, analista da Exhibitor Relations, ouvido pelo Business Insider (via Screen Rant), a resposta é sim.

“Se [Venom] tivesse fracassado, existiria uma chance de Disney e Sony retomarem as negociações. Agora isto está no ar. [Sony] assumiu um risco calculado com Venom, e agora este vai virar uma série [de filmes]. Parece que a Disney precisa mais do Homem-Aranha da Sony do que a Sony precisa da Disney… Se eles consistentemente produzirem filmes que o público quer ver, a Disney terá que comprar a Sony para ter os direitos do Homem-Aranha de volta.

Este é apenas o começo do ressurgimento da Sony como um estúdio com relevância na bilheteria. Eles não vão desistir sem lutar.”

Paul Dergarabedian, analista da ComScore, tem opinião semelhante.

“Meio bilhão de dólares mundialmente para Venom prova que isto não foi um golpe de sorte, e apesar das críticas, o filme caiu no gosto do público, que investiu na marca Homem-Aranha assim como em Tom Hardy.”

O acordo firmado com a Disney para que o Homem-Aranha possa integrar o MCU não retira da Sony os direitos sobre o personagem, o que faz, inclusive, com que os filmes do Amigão da Vizinhança, lançados pelo Marvel Studios, pertençam na verdade ao estúdio da companhia japonesa.

Contudo, diante do sucesso do gênero de super-heróis, e da ideia de universo compartilhado, a Sony decidiu explorar parte dos mais de 900 personagens da Marvel a que tem direito. Existe até mesmo um nome para designar o universo cinematográfico de quadrinhos que o estúdio pretende desenvolver. Eles o chamam de Sony’s Universe of Marvel Characters (SUMC), ou seja, “Universo da Sony dos Personagens da Marvel”. A Sony estaria aberta a que personagens de seu SUMC possam participar do MCU (Marvel Cinematic Universe) e que, do mesmo jeito, heróis e personagens do Marvel Studios também apareçam nos longas do universo que ela está desenvolvendo.

O filme de Venom  é uma adaptação do arco Protetor Letal, publicado em 1993. Nesta história, o Homem-Aranha e Venom fazem um trato e o antigo vilão promete se regenerar. Deixando Nova York, Eddie Brock  viaja para San Francisco, onde faz amizade com um grupo de moradores de rua. Porém, o pai de uma das vítimas de Venom o segue procurando vingança e para isso conta a ajuda da Fundação Vida, que cria cinco novos simbiontes.

Venom, com direção de Ruben Fleisher, tem no elenco Tom Hardy (Eddie Brock), Michelle Williams (Ann Weying), Riz Ahmed e Woody Harrelson.

 

Comentários