Gwen Stacy não morreu e casou com Peter Parker nas HQs do Homem-Aranha no México

Gwen Stacy não morreu e casou com Peter Parker nas HQs do Homem-Aranha no México

O arco “A Noite Em Que Gwen Stacy Morreu“, de autoria de Gerry Conway, publicado nas edições #121-122 de The Amazing Spider-Man (junho e julho de 1973) é um divisor de águas nas histórias em quadrinhos, marcando o fim da inocência nos comics. O acontecimento também é, ao lado da morte do Tio Ben, o momento mais dramático e traumático na vida de Peter Parker. Contudo, por um bom tempo, para o público mexicano isto nunca aconteceu.

Para quem não conhece a história das publicações de super-heróis no México, a revelação foi feita no Twitter depois que Chris Ryall, executivo da editora IDW, perguntou que HQs os seguidores gostariam de colecionar. A resposta de um deles foi surpreendente.

“Nos anos 1970, a editora La Prensa não acreditava que os mexicanos iram ler o Homem-Aranha depois da morte de Gwen Stacy. Eles criaram 45 edições originais depois de [The Amazing] Spider-Man #119 nas quais ela está viva e eles nunca traduziram ou reeditaram. Esta é a edição do casamento. Marvel precisa coletar isso.

A informação é tão incrível que o quadrinista Mark Millar retweetou perguntando se alguém poderia confirmar.

“Isso é tão chocante que eu preciso checar se não é uma piada.”

 

Um colecionador mexicano, então, confirmou a história, dando mais alguns detalhes.

 

“A maior parte é verdade. A verdade razão para ter histórias produzidas no México foi que traduzir quadrinhos da Marvel tornou-se tão popular no México no anos 60 que eles mudaram a periodicidade para duas por mês, então eles se afastaram do material da série original.”

 

“O editor mexicano foi ao escritório da Marvel em Nova York pedir permissão para criar material original. Ele mostrou algumas amostras de alguns artistas mexicanos e eles aprovaram um deles, Jose Luis Durán, e deram permissão. Durán e os roteiristas tinham completa liberdade criativa.”

 

 

“Gwen era a personagem favorita de Durán, então mesmo depois dela morrer, ele pediu aos roteiristas para continuarem usando ele e eles fizeram. A versão do Homem-Aranha de La Prensa foi cancelada em 1973 com o restante da linha de quadrinhos por causa de problemas financeiros.”

Isso bem que pode servir de material para a sequência de Homem-Aranha no Aranhaverso.

Comentários