Debbie Reynold: saiba mais sobra a estrela de Cantando na Chuva e mãe de Carrie Fisher

Debbie Reynold: saiba mais sobra a estrela de Cantando na Chuva e mãe de Carrie Fisher

Faleceu na noite desta quarta-feira (28), aos 84 anos, Debbie Reynolds, um dos maiores ícones da Era de Ouro de Hollywood. A estrela do clássico Cantando na Chuva faleceu horas depois de ser internada devido a um acidente vascular cerebral. O falecimento acontece um dia após a morte de sua filha, Carrie Fisher (60 anos). Todd Fisher, filho de Debbie confirmou à morte da mãe, dizendo “Agora ela está com Carrie.

Debbie Reynolds

Debbie Reynolds conheceu o estrelato ao protagonizar ao lado de Genne Kelly o clássico filme “Cantando na Chuva” (1952). Na pele da jovem aspirante a atriz Kathy Selden, que faz a transição do cinema mudo para o falado, Debbie encantou o mundo.

debbie reynolds

Outros trabalhos de Debbie foram “A Inconquistável Molly” (1954), que lhe rendeu sua única indicação ao Oscar,  “A Taberna das Ilusões Perdidas” (1960), “A Conquista do Oeste” (1962) e, dentre outras dezenas nas últimas décadas, o mais recente foi “Behind The Candelabra” (2013), uma produção da HBO. Em 2016, Debbie Reynolds recebeu da Academia de Artes e Ciências de Hollywood um Oscar honorário pelo conjunto de sua obra.

Tendo vivido o momento mais glorioso de Hollywood, Debbie procurava preservar a história da indústria do cinema e, depois de reunir um imenso acervo como colecionadora, criou um museu para conservar a memória da sétima arte, incluindo o vestido branco usado por Marilyn Monroe na cena do metrô do clássico “O Pecado Mora ao Lado” (1955).

Debbie casou-se em 1955 com o cantor Eddie Fisher, com quem teve seus filhos Carrie e Todd. Em 1959 um escândalo abalou Hollywood e a vida  de Debbie quando seu marido a deixou para viver com Elizabeth Taylor, sua grande amiga.

carrie fisher

Carrie Fisher sempre seguiu de perto a carreira da mãe, a acompanhando nos bastidores, até decidir tornar-se também uma atriz. A relação entre as duas estrelas foi relatada por Carrie no roteiro do filme “Lembranças de Hollywood” (1990), estrelado por Meryl Streep e Shirley MacLane.

O baque da morte de Carrie foi muito grande para Debbie, que organizava o funeral da filha quando passou mal. Segundo Todd Fisher, as últimas palavras de sua mãe foram “Eu quero estar com Carrie”, ditas 15 minutos antes de Debbie sofrer o acidente vascular cerebral.

A última semana do ano de 2016 será de triste memória para todos.

 

Comentários