Blade – Wesley Snipes se diz pronto para um novo filme do Caçador de Vampiros

Blade – Wesley Snipes se diz pronto para um novo filme do Caçador de Vampiros

2018 marca os 20 anos da estreia de Blade, O Caçador de Vampiros, primeiro sucesso de um personagem da Marvel nos cinemas antes da criação do MCU (Marvel Cinematic Universe).  Wesley Snipes, que interpretou “Aquele-Que-Caminha-de-Dia”, tem hoje 56 anos, mas em resposta a um seguidor no Twitter que disse que Blade precisa de um remake, garantiu que ainda está preparado para reprisar o papel.

“Isso é com a Marvel… meus dentes ainda estão afiados.”

Em agosto, em entrevista a VICE (via CB), Wesley Snipes disse ter mantido conversas com a Marvel em torno de dois projetos relacionados a Blade.

“Existem muitas conversas acontecendo agora e nós somos muito abençoados pelo entusiasmo e interesse em criar algo desse mundo novamente”, disse Snipes. “Nós criamos dois projetos que se encaixam perfeitamente neste mundo e, quando as pessoas os virem, eu acho que eles terão problema para decidir qual elas amam mais.

Todos os principais executivos [da Marvel] e minha equipe estivemos discutindo isto pelos últimos dois anos. Todos estão muito entusiastas a respeito. Mas eles tem um negócio para administrar e tem todas estas coisas para colocar em ordem antes, e nós temos nosso próprio negócio pra gerir, mas… o que foi feito antes vai parecer brincadeira de criança comparado com o que podemos fazer agora. Marque minhas palavras.”

Não ficou claro, portanto, se Snipes está se referindo a um filme de Blade ou até mesmo uma série de TV, mas desde então nada mais foi dito a respeito.

Blade, o Caçador de Vampiros, foi criado por Marv Wolfman e Gene Colan, tendo sua primeira aparição na revista A Tumba do Drácula #10, de 1973. Meio humano e meio vampiro, ele caça os sanguessugas imortais e é temido e conhecido como “Aquele Que Caminha de Dia”. Além do longa de 1998, com direção de Stephen Norrington, Wesley Snipes reprisou o papel mais duas vezes, em Blade 2 (2002), com direção de Guillermo del Toro e Blade Trinity (2004), direção de David S. Goyer

Comentários